Arquivo da categoria: Economia

Valorização da maçã – AMAP espera o preço da maçã já acima de R$ 1,70 o quilo

Preços podem variar entre R$ 1,70 a R$ 2,20 pagos ao produtor

A Associação de Produtores de Maçã e Pera de Santa Catarina a AMAP evidenciou nesta semana que o preço da maçã deverá ser em torno de R$ 1,70 a R$ 2,20 o quilo, já que estamos propensos a ter uma das mais qualitativas safras dos últimos tempos.

Segundo o levantamento de nível nacional o Brasil deverá produzir em 2017 cerca de 1.050.000 (um milhão e cinquenta mil) toneladas de maçã, mas dentro de um quadro conscientemente calculável deve-se acrescer a variação de 5% durante a safra, mais a perda de 8% durante a colheita e transporte, mais 7% durante o processamento e cerca de 10% de perda durante a estocagem e frigorificação.

A AMAP ainda informou que este soma chega em torno de 25% durante todo este processo. Cerca de 250 mil toneladas de maçã devem se transformar em maçã indústria.

O ano de 2016 foi um ano promissor para o desenvolvimento do fruto, mas o granizos castigaram diversos pomares em grande parte dos municípios de Bom Jardim da Serra, Vacaria e Fraiburgo.

Mesmo assim restam, no mercado, cerca de 750 mil toneladas de maçã, sendo destinado 70 mil para exportação, sobrando em torno de 680 a 720 mil toneladas de maçã fresca no mercado para o consumo dos brasileiros. Relatou a AMAP.

Para o Presidente da AMAP Rogério Pereira – Pirata a maçã 2017 terá um calibre maior e qualidade considerável para o ganho extra e valorização do fruto:

“Em termos de qualidade a maçã de 2017 é excelente, ela tem um calibre maior devido as chuvas torrenciais e o frio suficiente para seu crescimento. Eis a grande vantagem da altitude catarinense, pois temos um clima propício, um fruto consistente e com sabor excelente. Inclusive a região produtora está sendo privilegiada pela rede globo em propaganda espontânea atestando a qualidade e a potencialidade de nossa maçã… E tudo isto gera a grande especulação do mercado, temos a propaganda nacional do produto, a rigorosa qualidade do produto e a expectativa é que as empresas possam pagar diretamente em dinheiro ao produtor num valor equitativo para mais de R$ 1,70 o quilo da maçã” Revelou o presidente da AMAP Rogério Pereira.

Propaganda em mídia nacional e gratuita da produção de maçã durante os intervalos da rede globo – Clique na imagem para assistir

O Secretário-adjunto da Agricultura do Estado Airton Spies já havia, também, declarado que os preços devem se ajustar na próxima semana indicando que com uma safra melhor, os produtores de maçã terão uma remuneração maior.